OBESIDADE INFANTIL EM ASCENSÃO: ESTUDO EUROPEU REVELA O IMPACTO DA COVID-19

OBESIDADE INFANTIL EM ASCENSÃO: ESTUDO EUROPEU REVELA O IMPACTO DA COVID-19

POSSO USAR CORTICÓIDE NO TRATAMENTO DA PNEUMONIA?
25/05/2023
O USO DE ANTIBIÓTICO NA DPOC.
25/05/2023
POSSO USAR CORTICÓIDE NO TRATAMENTO DA PNEUMONIA?
25/05/2023
O USO DE ANTIBIÓTICO NA DPOC.
25/05/2023

A pandemia da COVID-19, levou a mudanças significativas nos hábitos diários das crianças, afetando sua dieta, atividade física, tempo de tela e saúde geral.

Os resultados da pesquisa coletados de 42.667 famílias revelaram correlações e tendências significativas que poderiam orientar futuras políticas e intervenções de saúde. Um em cada cinco pais relatou um aumento no consumo de alimentos como doces, biscoitos e sobremesas durante a pandemia, com o aumento variando de 6,7% a 31,0% em comparação com o consumo pré-pandemia. A porcentagem de pais que perceberam seus filhos como sendo de peso normal caiu 9,2%, enquanto aqueles que perceberam seus filhos como excesso de peso quase dobrou de 7,4% para 15,3%. “O escritório EURO da OMS lançou recentemente uma rede de ação de redução de açúcar e calorias liderada pelo Reino Unido”, disse Julianne Williams, Oficial Técnica de Doenças Não Transmissíveis do Escritório Europeu de Prevenção e Controle de Doenças Não Transmissíveis da OMS (Escritório de DCNT da OMS/Europa) ao Univadis.com. “Através desta iniciativa, os Estados-Membros obterão apoio para a implementação de ações para reduzir o consumo de açúcar e o excesso de calorias, o que pode ajudar a reduzir o excesso de peso e a obesidade e melhorar a saúde da população

doctorhub.com.br

Comments are closed.