O USO DE ANTIBIÓTICO NA DPOC
OBESIDADE INFANTIL EM ASCENSÃO: ESTUDO EUROPEU REVELA O IMPACTO DA COVID-19
25/05/2023
NASCIMENTO PREMATURO LIGADO A MAIOR RISCO DE DOENÇA OBSTRUTIVA DAS VIAS AÉREAS NA IDADE ADULTA.
26/05/2023
OBESIDADE INFANTIL EM ASCENSÃO: ESTUDO EUROPEU REVELA O IMPACTO DA COVID-19
25/05/2023
NASCIMENTO PREMATURO LIGADO A MAIOR RISCO DE DOENÇA OBSTRUTIVA DAS VIAS AÉREAS NA IDADE ADULTA.
26/05/2023

O uso de antibióticos na doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é um tema controverso.

O uso de antibióticos na doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é um tema controverso. Embora as exacerbações agudas graves da DPOC frequentemente sejam acompanhadas por infecções respiratórias, nem todos os pacientes se beneficiam do uso rotineiro de antibióticos.

Foi publicado um estudo (1) que examinou o uso de antibióticos em pacientes hospitalizados com exacerbações agudas graves da DPOC.

Foram incluídos 431 pacientes, com idade média de 70 anos e 63% do sexo masculino. Mais de dois terços dos pacientes (68%) receberam tratamento com antibióticos, principalmente amoxicilina-ácido clavulânico. Fatores como idade, índice de massa corporal (IMC), presença de câncer, tratamentos anteriores (como azitromicina de manutenção e teofilina), características clínicas (como volume de escarro e temperatura corporal) e resultados laboratoriais (como níveis de proteína C-reativa) foram associados ao uso de antibióticos, independentemente de outras variáveis clínicas. O tempo de internação hospitalar foi significativamente maior para pacientes tratados com antibióticos em comparação com os não tratados. No entanto, não houve associação significativa entre o uso de antibióticos e a mortalidade intra-hospitalar.

Em resumo, esses achados sugerem que o uso de antibióticos durante a hospitalização de pacientes com exacerbações agudas graves da DPOC é influenciado pela gravidade da doença e por características individuais dos pacientes. É importante avaliar cuidadosamente a necessidade de antibióticos em todos os pacientes, considerando os potenciais riscos, como o aumento do tempo de internação hospitalar. Essas informações podem auxiliar na tomada de decisão clínica e no aprimoramento do manejo das exacerbações agudas da DPOC.

Referência:

Vanoverschelde A, Van Hoey C, Buyle F, et al. In-hospital antibiotic use for severe chronic obstructive pulmonary disease exacerbations: a retrospective observational study. BMC Pulm Med. 2023;23(1):138. Published 2023 Apr 25. doi:10.1186/s12890-023-02426-3

Para acesso ao artigo, acesse:https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/37098509/

doctorhub.com.br

Comments are closed.