Duração da proteção pelas vacinas Covid-19 | DoctorHub
Status de Esteatose Hepática e Risco de Diabetes Mellitus Tipo 2 Incidente
02/02/2022
Diagnóstico por imagem e tratamento médico da diverticulite aguda do cólon esquerdo
02/02/2022
Status de Esteatose Hepática e Risco de Diabetes Mellitus Tipo 2 Incidente
02/02/2022
Diagnóstico por imagem e tratamento médico da diverticulite aguda do cólon esquerdo
02/02/2022
  1. Engl. J. Med; 2022 Jan 12
  • Neste estudo de caso-controle, os autores avaliaram a eficácia da vacina contra COVID-19 sintomático e hospitalização relacionada na Inglaterra. Os autores mostraram que houve um declínio limitado na eficácia das vacinas ChAdOx1-S e BNT162b2 contra hospitalização ou morte relacionada ao COVID-19 em 20 semanas ou mais após a vacinação. O desmame da eficácia da vacina também mostrou ser maior em indivíduos mais velhos (>65 anos de idade) em comparação com seus colegas mais jovens (<40 anos de idade).

  • Este estudo fornece evidências de que a eficácia da vacina contra importantes variáveis ​​clínicas permanece amplamente preservada ao longo do tempo, embora um maior grau de diminuição da eficácia tenha sido observado em idosos e pacientes de maior risco. No entanto, outros estudos com dados mais generalizáveis ​​são necessários para validar esses achados.

OBJETIVO

As vacinas contra o coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV-2), o vírus que causa a doença por coronavírus 2019 (Covid-19), são usadas desde dezembro de 2020 no Reino Unido. Dados do mundo real mostraram que as vacinas são altamente eficazes contra o Covid-19 e doenças graves e morte relacionadas. A eficácia da vacina pode diminuir com o tempo desde o recebimento da segunda dose das vacinas ChAdOx1-S (ChAdOx1 nCoV-19) e BNT162b2.

MÉTODOS

Usamos um desenho de caso-controle com teste negativo para estimar a eficácia da vacina contra Covid-19 sintomática e hospitalização e morte relacionadas na Inglaterra. A eficácia das vacinas ChAdOx1-S e BNT162b2 foi avaliada de acordo com a idade e o status do participante em relação às condições coexistentes e ao longo do tempo desde o recebimento da segunda dose da vacina para investigar o declínio da eficácia separadamente para B.1.1.7 (alfa) e B .1.617.2 (delta) variantes.

RESULTADOS

A eficácia da vacina contra a Covid-19 sintomática com a variante delta atingiu o pico nas primeiras semanas após o recebimento da segunda dose e depois diminuiu em 20 semanas para 44,3% (intervalo de confiança de 95% [IC], 43,2 a 45,4) com a vacina ChAdOx1-S e para 66,3% (IC 95%, 65,7 a 66,9) com a vacina BNT162b2. O declínio da eficácia da vacina foi maior em pessoas com 65 anos ou mais do que entre 40 e 64 anos. Em 20 semanas ou mais após a vacinação, a eficácia da vacina diminuiu menos contra ambas as hospitalizações, para 80,0% (IC 95%, 76,8 a 82,7) com a vacina ChAdOx1-S e 91,7% (IC 95%, 90,2 a 93,0) com a vacina BNT162b2 , e óbito, para 84,8% (IC 95%, 76,2 a 90,3) e 91,9% (IC 95%, 88,5 a 94,3), respectivamente.

CONCLUSÕES

Observamos um declínio limitado na eficácia da vacina contra hospitalização e morte relacionadas ao Covid-19 em 20 semanas ou mais após a vacinação com duas doses da vacina ChAdOx1-S ou BNT162b2. O declínio foi maior em idosos e naqueles em um grupo clínico de risco.

Gostou do conteúdo? Acesse o link abaixo e descubra muito mais. Temos materiais sobre diversos assuntos disponíveis para você, além de vários outros benefícios. Confira!

doctorhub.com.br

Comments are closed.