PROBABILIDADES DE ATAQUE CARDÍACO SEIS VEZES MAIORES COM DIAGNÓSTICO DE GRIPE.

PROBABILIDADES DE ATAQUE CARDÍACO SEIS VEZES MAIORES COM DIAGNÓSTICO DE GRIPE.

ENFIM, OS ADOÇANTES NÃO CALÓRICOS SÃO SEGUROS? OMS DIVULGA NOVA DIRETRIZ.
19/05/2023
POSSO USAR CORTICÓIDE NO TRATAMENTO DA PNEUMONIA?
25/05/2023
ENFIM, OS ADOÇANTES NÃO CALÓRICOS SÃO SEGUROS? OMS DIVULGA NOVA DIRETRIZ.
19/05/2023
POSSO USAR CORTICÓIDE NO TRATAMENTO DA PNEUMONIA?
25/05/2023

As pessoas diagnosticadas com gripe são seis vezes mais propensas a ter um ataque cardíaco na primeira semana em que testam positivo para o vírus da gripe do que no ano anterior ou no ano seguinte, indica um novo estudo.

Este trabalho, liderado por Annemarijn de Boer, PhD, com o Julius Center for Life Sciences and Primary Care, UMC Utrecht em Utrecht, Holanda, vem 5 anos depois que um estudo de 2018 realizado por pesquisadores canadenses encontrou uma forte conexão semelhante entre gripe e ataque cardíaco em pessoas hospitalizadas por ataques cardíacos.

As descobertas atuais foram apresentadas por de Boer no Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas deste ano em Copenhague, Dinamarca, em 18 de abril.

A equipe de Boer explica que a conexão entre gripe e ataque cardíaco está na capacidade do vírus da gripe de aumentar a viscosidade ou coagulação do sangue. Essa coagulação, juntamente com a inflamação da resposta imune do corpo, pode enfraquecer as placas gordurosas nas artérias. Se uma placa se romper, eles observam, um coágulo de sangue pode se formar e causar um ataque cardíaco.

Os laboratórios confirmaram 26.221 casos de gripe entre 2008 e 2019. Entre as pessoas com gripe, 401 pessoas tiveram pelo menos um infarto do miocárdio dentro de 1 ano após o diagnóstico da gripe (um total de 419). Dos 419, 25 casos ocorreram nos primeiros 7 dias após o diagnóstico da gripe, 217 no ano anterior ao diagnóstico e 177 ocorreram no ano após o diagnóstico da gripe (excluindo aqueles nos primeiros 7 dias). Cerca de um terço das pessoas (139 em 401) morreu de qualquer causa dentro de 1 ano após o diagnóstico da gripe, escrevem os autores. Os pesquisadores holandeses calcularam que os participantes do estudo tinham 6,16 vezes mais chances de ter um ataque cardíaco na semana após um diagnóstico de gripe do que no ano anterior ou posterior. Os pesquisadores canadenses descobriram que tinham 6,05 vezes mais chances de ter um ataque cardíaco naquela semana

doctorhub.com.br

Comments are closed.