Nivolumab neoadjuvante mais quimioterapia | DoctorHub

Nivolumab neoadjuvante mais quimioterapia em câncer de pulmão ressecável

Abiraterona mais prednisona adicionada à terapia de privação androgênica e docetaxel no câncer de próstata metastático sensível à castração (PEACE-1): um estudo multicêntrico, aberto, randomizado, fase 3 com um desenho fatorial 2 × 2
12/05/2022
Suplementação de vitamina D e ácidos graxos ômega 3 marinhos e doença autoimune incidente: estudo controlado randomizado (VITAL)
13/05/2022
Abiraterona mais prednisona adicionada à terapia de privação androgênica e docetaxel no câncer de próstata metastático sensível à castração (PEACE-1): um estudo multicêntrico, aberto, randomizado, fase 3 com um desenho fatorial 2 × 2
12/05/2022
Suplementação de vitamina D e ácidos graxos ômega 3 marinhos e doença autoimune incidente: estudo controlado randomizado (VITAL)
13/05/2022

No dia 11 de Abril de 2022, a NEJM publicou um ensaio clínico randomizado aberto de fase 3, que avaliou o uso de nivolumab como terapia neoadjuvante nos pacientes com câncer de pulmão de não pequenas células ressecável.

Os pacientes foram randomizados para receber quimioterapia à base de cisplatina com nivolumab ou somente a quimioterapia. O desfecho primário avaliado foi a sobrevida livre de eventos e também a resposta patológica completa. Os resultados demonstraram que a adição de nivolumab à quimioterapia neoadjuvante à base de platina melhorou a taxa de resposta patológica completa e a sobrevida sem aumentar os riscos de eventos adversos.

RESUMO

A quimioterapia neoadjuvante ou adjuvante confere um benefício modesto sobre a cirurgia isolada para câncer de pulmão de células não pequenas (CPNPC) ressecável. Em estudos de fase inicial, os regimes neoadjuvantes baseados em nivolumabe mostraram atividade clínica promissora; no entanto, são necessários dados de estudos de fase 3 para confirmar esses achados.

METODOLOGIA

Neste ensaio de fase 3, aberto, designamos aleatoriamente pacientes com CPNPC ressecável estágio IB a IIIA para receber nivolumabe mais quimioterapia à base de platina ou quimioterapia à base de platina isolada, seguida de ressecção. Os desfechos primários foram sobrevida livre de eventos e resposta patológica completa (0% tumor viável no pulmão ressecado e linfonodos), ambos avaliados por revisão independente cega. A sobrevida global foi um desfecho secundário fundamental. A segurança foi avaliada em todos os pacientes tratados.

Para ler o resumo completo, em português, acesse a plataforma. Ainda não é cadastrado? Cadastre-se aqui .

Este resumo refere-se ao conteúdo originalmente publicado em: https://www.nejm.org/doi/10.1056/NEJMoa2202170?url_ver=Z39.88-2003&rfr_id=ori:rid:crossref.org&rfr_dat=cr_pub%3dpubmed

doctorhub.com.br

Comments are closed.