ANÁLISES SALIVARES NA DETECÇÃO PRECOCE E PROGNÓSTICO DO CÂNCER DE ESÔFAGO

ANÁLISES SALIVARES NA DETECÇÃO PRECOCE E PROGNÓSTICO DO CÂNCER DE ESÔFAGO

A REVOLUÇÃO NA ANATOMIA EM 1543
07/07/2023
DIFERENÇAS ENTRE SEXO E SÍTIO TUMORAL NA ASSOCIAÇÃO DA INGESTÃO DE ÁLCOOL COM O RISCO DE CÂNCER COLORRETAL DE INÍCIO PRECOCE.
10/07/2023
A REVOLUÇÃO NA ANATOMIA EM 1543
07/07/2023
DIFERENÇAS ENTRE SEXO E SÍTIO TUMORAL NA ASSOCIAÇÃO DA INGESTÃO DE ÁLCOOL COM O RISCO DE CÂNCER COLORRETAL DE INÍCIO PRECOCE.
10/07/2023

Este estudo teve como objetivo estabelecer uma assinatura de micro-RNAs (miRNAs) derivados de vesículas e partículas extracelulares (EVPs) da saliva para a detecção precoce e prognóstico do carcinoma de células escamosas do esôfago (ESCC).

A expressão dos miRNAs das EVPs da saliva foi analisada em um grupo piloto usando microarranjo. Foram utilizadas análises da curva característica de operação do receptor (ROC) e regressão Lasso para priorizar os miRNAs que discriminavam os pacientes com carcinoma de células escamosas do esôfago dos controles. Os candidatos selecionados foram mensurados em um grupo de descoberta e em linhagens celulares usando reação em cadeia da polimerase quantitativa de transcrição reversa. Os modelos de predição para os biomarcadores foram derivados de um grupo de treinamento e validados em grupos internos e externos.

A análise do microarranjo identificou 7 miRNAs capazes de distinguir pacientes com carcinoma de células escamosas do esôfago dos indivíduos controle. Desses, 6 miRNAs formaram um painel que foi capaz de identificar com precisão pacientes com carcinoma de células escamosas do esôfago em todas as fases nos grupos de treinamento e validação. Além disso, esse painel foi capaz de distinguir pacientes com carcinoma de células escamosas do esôfago em estágios iniciais dos indivíduos controle nos grupos de treinamento e validação. Foi estabelecida uma assinatura prognóstica com base nesse painel, que foi capaz de prever eficientemente os casos de alto risco com pior sobrevida livre de progressão e sobrevida global.

Conclui-se que a assinatura de 6 miRNAs baseada em EVPs salivares pode servir como biomarcadores não invasivos para a detecção precoce e estratificação de risco do carcinoma de células escamosas do esôfago.

Fonte: Salivary extracellular miRNAs for early detection and prognostication of esophageal cancer: a clinical study – PubMed (nih.gov)

doctorhub.com.br

Comments are closed.