Alternativa para o tratamento de infecções urinárias | DoctorHub

Alternativa para o tratamento de infecções urinárias recorrentes em mulheres

Complicações relacionadas ao diabetes e mortalidade em pacientes com FA que recebem anticoagulantes orais
25/02/2022
Associação entre risco cardiovascular e depressão em idosos
18/04/2022
Complicações relacionadas ao diabetes e mortalidade em pacientes com FA que recebem anticoagulantes orais
25/02/2022
Associação entre risco cardiovascular e depressão em idosos
18/04/2022

As cistites afetam um número muito significativo de mulheres e representam um problema de saúde importante. Cerca de 25% das mulheres afetadas desenvolvem recorrências.

O uso de antibioticoterapia em baixas doses para prevenção de infecção urinária tem sido aceita para casos de cistite e infecções urinárias recorrentes.

Por outro lado, o aumento de casos de resistência bacteriana impõe a necessidade da busca de alternativas terapêuticas eficazes aos antibióticos.

Esse estudo aberto de não inferioridade realizado em 8 centros do Reino Unido, acompanhando os pacientes por 12 meses, e publicado no BMJ comparou o número de episódios de recorrência entre dois grupos. Um submetido à antibioticoterapia profilática e o outro em que os pacientes recebiam um tratamento não antibiótico com hipurato de metenamina.

A conclusão é de que o tratamento profilático não antibiótico é comparável ao antibiótico e pode ser considerado apropriado em situações de cistites recorrentes.

Por: Harding C, Mossop H, Homer T, Chadwick T, King W, Carnell S et al. Alternative to prophylactic antibiotics for the treatment of recurrent urinary tract infections in women: multicentre, open label, randomised, non-inferiority trial BMJ 2022; 376 :e068229 doi:10.1136/bmj-2021-0068229

Confira o conteúdo completo em:

https://www.bmj.com/content/376/bmj-2021-0068229

Gostou do conteúdo? Acesse o link abaixo e descubra muito mais. Temos materiais sobre diversos assuntos disponíveis para você, além de vários outros benefícios. Confira!

doctorhub.com.br

Comments are closed.