A ADENOMIOSE PODE INTERFERIR EM RESULTADOS OBSTÉTRICOS E NEONATAIS?

A ADENOMIOSE PODE INTERFERIR EM RESULTADOS OBSTÉTRICOS E NEONATAIS?

EXISTE UM PADRÃO ALIMENTAR CAPAZ DE REDUZIR O PROCESSO NEURODEGENERATIVO?
07/07/2023
A REVOLUÇÃO NA ANATOMIA EM 1543
07/07/2023
EXISTE UM PADRÃO ALIMENTAR CAPAZ DE REDUZIR O PROCESSO NEURODEGENERATIVO?
07/07/2023
A REVOLUÇÃO NA ANATOMIA EM 1543
07/07/2023

Estudo retrospectivo publicado no Jornal Americano de Ginecologia & Obstetrícia analisou os desfechos gestacionais de 7925 mulheres com adenomiose histopatológica em comparação com os de 4.615.803 mulheres sem adenomiose registrada, avaliando os resultados neonatais e obstétricos.

Mulheres com adenomiose apresentaram chances aumentadas de síndromes hipertensivas, pré-eclâmpsia, cesariana de emergência, falha na progressão do trabalho de parto, retenção placentária, hemorragia pós-parto e recém-nascidos pequenos para a idade gestacional.

Este estudo mostra que essa anormalidade uterina tipicamente benigna está associada a um risco aumentado de eventos adversos na gravidez, sugerindo que a função uterina contrátil na gravidez e durante o trabalho de parto está prejudicada em portadoras de adenomiose.

Essas informações podem ajudar os profissionais a decidir sobre o risco de pré-eclâmpsia e a necessidade de aspirina. Também pode ajudar o provedor a se preparar para possíveis complicações nos processos de parto.

Fonte: The ADENO study: ADenomyosis and its Effect on Neonatal and Obstetric outcomes: a retrospective population-based study – American Journal of Obstetrics & Gynecology (ajog.org)

doctorhub.com.br

Comments are closed.