DEZ QUESTÕES ABERTAS NA PROFILAXIA DA ENXAQUECA COM ANTICORPOS MONOCLONAIS BLOQUEANDO A VIA PEPTÍDICA RELACIONADA AO GENE DA CALCITONINA: UMA REVISÃO NARRATIVA

DEZ QUESTÕES ABERTAS NA PROFILAXIA DA ENXAQUECA COM ANTICORPOS MONOCLONAIS BLOQUEANDO A VIA PEPTÍDICA RELACIONADA AO GENE DA CALCITONINA: UMA REVISÃO NARRATIVA

O POTENCIAL DOS PSICODÉLICOS PARA O TRATAMENTO DA ENXAQUECA EPISÓDICA
04/08/2023
CONVITE ESPECIAL – UM EVENTO QUE TRATA A SAÚDE DA MULHER COM PROFUNDIDADE
11/08/2023
O POTENCIAL DOS PSICODÉLICOS PARA O TRATAMENTO DA ENXAQUECA EPISÓDICA
04/08/2023
CONVITE ESPECIAL – UM EVENTO QUE TRATA A SAÚDE DA MULHER COM PROFUNDIDADE
11/08/2023

Os anticorpos monoclonais (mAbs) que bloqueiam a via do peptídeo relacionado ao gene da calcitonina (CGRP), coletivamente chamados aqui de “anti-CGRP/rec mAbs”, melhoraram drasticamente o tratamento preventivo da enxaqueca.

Embora sua eficácia e tolerabilidade tenham sido comprovadas em vários ensaios clínicos randomizados (RCTs) e, talvez de forma ainda mais convincente, em cenários do mundo real, permanecem várias questões em aberto. Nesta revisão narrativa, analisaremos os dados publicados que permitem uma visão sobre algumas das incertezas relacionadas ao uso de mAbs anti-CGRP/rec na prática clínica: sua eficácia diferencial em subtipos de enxaqueca, preditores de resultados, troca entre moléculas, uso em crianças e adolescentes, adesão e persistência do tratamento a longo prazo, persistência do efeito após a descontinuação, tratamento combinado com toxina botulínica ou gepants, valor agregado e custo-efetividade, eficácia em outros tipos de cefaléia e possíveis contra-indicações com base nos efeitos fisiológicos conhecidos do CGRP. Embora estudos recentes já tenham fornecido dicas para algumas dessas questões, muitos deles não encontrarão respostas confiáveis ​​e definitivas antes que estudos maiores, registros ou RCTs dedicados estejam disponíveis.

Fonte: https://thejournalofheadacheandpain.biomedcentral.com/articles/10.1186/s10194-023-01637-7

doctorhub.com.br

Comments are closed.