DETECÇÃO PRECOCE E MANEJO PROGNÓSTICO DO MELANOMA CUTÂNEO.

DETECÇÃO PRECOCE E MANEJO PROGNÓSTICO DO MELANOMA CUTÂNEO.

VACINA FRACIONADA CONTRA A FEBRE AMARELA EM PACIENTES VIVENDO COM HIV.
19/05/2023
A SUPLEMENTAÇÃO DE VITAMINA D INTERFERE NA GRAVIDADE DA PSORÍASE?
19/05/2023
VACINA FRACIONADA CONTRA A FEBRE AMARELA EM PACIENTES VIVENDO COM HIV.
19/05/2023
A SUPLEMENTAÇÃO DE VITAMINA D INTERFERE NA GRAVIDADE DA PSORÍASE?
19/05/2023

pintasvermelhas

Este artigo publicado na revista JAMA Dermatology, intitulado “Early Detection and Prognostic Assessment of Cutaneous Melanoma: Consensus on Optimal Practice and the Role of Gene Expression Profile Testing” discute métodos recomendados para a detecção precoce e avaliação prognóstica do melanoma cutâneo.

Os especialistas em melanoma alcançaram consenso em relação a uma abordagem estratificada por risco para o rastreamento do melanoma. Recomendaram a realização de exame visual e dermatoscópico para avaliação e acompanhamento de lesões de pele melanocíticas consideradas inofensivas. Além disso, chegaram a um consenso sobre a interpretação da microscopia confocal de reflectância e alguns resultados obtidos com a técnica de remoção de fita epidérmica, mas não chegaram a um consenso sobre o uso de certas ferramentas de avaliação de lesões pigmentadas, como a espectroscopia de impedância elétrica. Em relação aos testes de perfil de expressão gênica, não houve consenso sobre o seu papel na tomada de decisão clínica.

Os resultados do estudo sugerem que uma abordagem estratificada por risco para o rastreamento do melanoma pode ser a mais apropriada. O papel dos testes diagnósticos e prognósticos baseados em moléculas no melanoma cutâneo está em evolução. O artigo ressalta que os testes de perfil de expressão gênica não foram validados em grandes estudos clínicos prospectivos multicêntricos e que são necessárias pesquisas adicionais para estabelecer o uso clínico desses testes existentes.

O artigo também discute a importância da detecção precoce do melanoma e as práticas recomendadas para o rastreamento e a avaliação diagnóstica e prognóstica do melanoma cutâneo. Os especialistas utilizaram um método de consenso modificado Delphi, no qual foram apresentados cenários clínicos hipotéticos para discussão e votação. Através desse processo, foram desenvolvidas recomendações consensuais para a abordagem do rastreamento, avaliação de lesões e uso de testes de perfil de expressão gênica.

O texto ressalta a importância de um enfoque prático no diagnóstico e avaliação do melanoma cutâneo e destaca a necessidade de estudos adicionais para estabelecer o uso clínico dos testes de perfil de expressão gênica existentes.

Referência:

  1. Kashani-Sabet M, Leachman SA, Stein JA, et al. Early Detection and Prognostic Assessment of Cutaneous Melanoma: Consensus on Optimal Practice and the Role of Gene Expression Profile Testing. JAMA Dermatol. 2023;159(5):545–553. doi:10.1001/jamadermatol.2023.0127

Para acesso ao artigo, acesse:Early Detection and Prognostic Assessment of Cutaneous Melanoma: Consensus on Optimal Practice and the Role of Gene Expression Profile Testing | Cancer Screening, Prevention, Control | JAMA Dermatology | JAMA Network

doctorhub.com.br

Comments are closed.